Ricardo Santos classifica como "sensação espantosa" vitória em Lucerna

Ricardo Santos classifica como "sensação espantosa" vitória em Lucerna

Português venceu sete anos depois do último triunfo em provas do circuito europeu

O golfista português Ricardo Santos classificou como "uma sensação espantosa" a vitória no torneio 'challenge' de Lucerna, sete anos depois do último triunfo em provas do circuito europeu.

"Depois de tantos anos sem ganhar no Challenge Tour ou no European Tour, é uma sensação espantosa", afirmou Ricardo Santos, em declarações à Federação Portuguesa de Golfe (FPG), acrescentando: "Sentia que o meu jogo estava em boa forma esta época e pensei que, se continuasse a jogar assim, teria boas hipóteses".

Ricardo Santos, que fechou o torneio com um agregado de 269 pancadas, menos uma do que o alemão Moritz Lampert, segundo, admitiu que a última volta, na qual marcou 65 'shots', não foi fácil.

"Hoje foi um dia difícil porque a chuva fez com que a bola não voasse como nos primeiros três dias. Eu e o Richard [Bland] começámos bem e fizemos alguns birdies seguidos. Ele colocou pressão em mim no buraco 17 quando meteu um enorme putt. Eu acho que quando jogamos com um bom jogador e esse jogador joga bem, isso faz com que nós mantenhamos o foco", disse.

Ricardo Santos, que com este triunfo ascendeu ao segunda lugar do 'ranking' do 'challenge tour', tinha, há duas semanas, terminado em segundo lugar o torneio de Brno, na República Checa.

O golfista português soma três triunfos no 'challenge tour': venceu em 2012 o Open da Madeira (que na altura era também pontuável para o European Tour) e triunfou, em 2011, no Princess By Schüco, na Suécia.