Premium "Motonáutica esteve em risco", diz presidente da federação com críticas a Augusto Baganha

"Motonáutica esteve em risco", diz presidente da federação com críticas a Augusto Baganha
Rui Guimarães/Catarina Domingos

Apaixonado por desportos motorizados, Paulo Ferreira, de 40 anos, foi sensível às dificuldades da Federação de Motonáutica e concorreu às eleições, que ganhou. A O JOGO fez um balanço do seu trabalho.

Desde junho do ano passado, quando foi eleito presidente da Federação Portuguesa de Motonáutica (FPM), que a vida deste empresário na área da saúde - já fez assistência médica na Volta a Portugal - se tornou uma correria entre Marco de Canaveses e Lisboa. No início, ficou assustado com a realidade que encontrou e o antigo presidente do IPDJ, Augusto Baganha, não escapa às críticas.

Foi eleito em junho. Como encontrou a casa e o que já mudou?