Benavente foi segundo em Baião

Piloto português subiu ao segundo lugar do pódio na quarta prova do Mundial de Fórmula 2 em motonaútica

O Grande Prémio de Portugal, disputado na Albufeira da Pala, em Baião, foi ganho por Rashed Al Qemsi, dos Emirados Árabes Unidos, seguido por Duarte Benavente, o único português em prova.

Qemsi, campeão mundial de Fórmula 2, dominou a corrida e venceu a etapa lusa, que tinha sido conquistada em 2017 por Duarte Benavente, o qual nesta edição andou em terceiro até ultrapassar o lituano Edgaras Riabko para terminar na segunda posição.

No ranking mundial, Alberto Comparato (Iália), que foi sexto em Baião, continua na liderança.

O campeonato do mundo de Fórmula 2 arrancou em maio, na Lituânia, passou pela Dinamarca e Noruega antes de chegar a Portugal, terminando, em dezembro, em Colombo, no Sri Lanka.

Estes catamarãs (cockpit com visibilidade reduzida, ausência de travões e 550 kg incluindo o piloto) que "voaram" no rio Douro atingem 190 km/h num traçado com 1800 metros de perímetro, onde se podem atingir 4,5 de Força G, e uma reta de 672 metros, a mais longa deste circuito de 2018.