Amado da Silva é o novo presidente da Federação Portuguesa de Râguebi

Amado da Silva é o novo presidente da Federação Portuguesa de Râguebi

Candidato da Lista A levou a melhor sobre Lourenço Fernandes Thomaz.

Carlos Amado da Silva venceu esta quinta-feira as eleições para a presidência da Federação Portuguesa de Râguebi (FPR), com 59 votos, no ato eleitoral que decorreu numa unidade hoteleira de Lisboa.

O candidato da Lista A levou a melhor sobre Lourenço Fernandes Thomaz, que obteve a preferência de 41 dos 101 delegados votantes, tendo sido registado apenas um voto em branco.

Além da eleição dos órgãos sociais, a lista de Amado da Silva venceu todos os outros cinco órgãos que estavam a sufrágio: Conselho Geral, Conselho de Arbitragem, Conselho de Justiça, Conselho de Disciplina e Conselho Fiscal.

No discurso de vitória, o presidente eleito apelou ao apoio de todo o râguebi português, sublinhando que os seus problemas "são de todos" e não apenas da direção da FPR.

"Será necessário que todos se unam em torno deste projeto e nos ajudem nesta tarefa, que será difícil, mas que pode ser mais fácil se todos puxarmos para o mesmo lado", apelou Carlos Amado da Silva, prometendo governar a modalidade "para os clubes".

O candidato derrotado, Lourenço Fernandes Thomaz, foi o primeiro a dar os parabéns ao vencedor e prometeu cumprir o acordo pré-eleitoral de presidir ao Conselho Geral do vencedor.

"Está na hora de o râguebi português se unir", assumiu Fernandes Thomaz, acrescentando que ambos os candidatos avançaram para "ajudar o râguebi".

A tomada de posse dos novos órgãos sociais terá lugar no dia 11 de abril, às 19h00, no Comité Olímpico de Portugal.