Golfe: Tiger Woods eliminado do US Open

Golfe: Tiger Woods eliminado do US Open
Redação com Lusa

O lendário golfista norte-americano foi eliminado ao não passar o cut da segunda ronda.

Tiger Woods foi um dos nomes sonantes eliminados na sexta-feira do Open dos Estados Unidos, ao não passar o cut da segunda ronda.

Num dia de muito vento, Woods, vencedor de 15 torneios major, incluindo três US Open (2000, 2002 e 2008), acabou a ronda com 77 pancadas (sete acima do Par), para um total de 150 (10 acima do Par), ficando distante do cut, estabelecido em seis pancadas acima do Par.

O norte-americano de 44 anos conseguiu apenas dois birdies e dois duplos bogeys, nos buracos 16 e 18, além de outros quatro bogeys na primeira metade do campo. É a oitava vez nos últimos 15 majors que Woods não consegue passar o cut para disputar o título no fim de semana.

"Parece que a forma como o campo de golfe está a mudar faz com que as coisas sejas diferentes e qualquer um que passe o cut tenha a oportunidade de ganhar o título. Não tive essa oportunidade e tenho de o aceitar", disse.

Mas o lendário golfista não foi a única vítima da dureza do campo do Winged Foot Golf Club, onde se está a disputar o torneio; também Phil Mickelson, outro dos nomes grandes do golfe norte-americano, teve uma ronda para esquecer, registando a sua pior pontuação de sempre, em 29 participações, nos 36 buracos do único "major" que nunca ganhou.

Na segunda ronda, Mickelson entregou um cartão de 74 pancadas (quatro acima do Par), para um agregado de 154 (14 acima do Par), e não encontrou desculpas para a sua eliminação, num dia em que o seu compatriota Patrick Reed assumiu a liderança do torneio, graças a um birdie no último buraco.

Reed, com quatro pancadas abaixo do Par, comanda o US Open em golfe, diante de Bryan DeChambeau, que entregou o melhor cartão do dia (68, dois abaixo do Par), enquanto Justin Thomas, o líder na véspera em Mamaroneck, figura agora no grupo dos terceiros, depois de ter feito 73 pancadas na ronda.