Frederico Morais nas meias-finais dos Mundiais de surf

Frederico Morais nas meias-finais dos Mundiais de surf

Surfista português ficou mais próximo da qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio'2020

Frederico Morais qualificou-se esta sexta-feira para as meias-finais dos Mundiais de surf, que decorrem em Miyazaki, no Japão, aproximando-se da qualificação olímpica, num dia em que o compatriota Miguel Blanco foi eliminado nas repescagens.

Kikas ultrapassou a terceira, quarta e quinta rondas, sempre com a melhor pontuação do heat, batendo três atletas do top-10 do ranking mundial, o brasileiro Ítalo Ferreira (sexto), o japonês Kanoa Igarashi (sétimo) e o norte-americano Kelly Slater (10.º).
Frederico Morais é também o surfista europeu em melhor posição para conquistar o apuramento olímpico, pois os três adversários - o alemão Leon Glatzer, o espanhol Vicente Romero e o italiano Angelo Bonomielli - têm ainda de disputar as repescagens, encontrando-se em situação de grande desvantagem em relação ao português.
Recorde-se que estes Mundiais atribuem vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio'2020 aos quatro melhores surfistas masculinos de Europa, Ásia, África e Oceânia, uma vez que a vaga do continente americano ficou definida nos Pan-Americanos e foi conquistada pelo Peru.

"Sinto-me como se estivesse numa prova do World Tour, com muitos nomes conhecidos a lutar pelo título, pelo que o 'mindset' é o mesmo, mas com um nervosismo diferente, pois quem não quer estar presente nos Jogos Olímpicos? Seria uma honra incrível e isso hoje tornou-me um pouco mais possível", disse Morais, citado pela assessoria de comunicação.

Na sexta eliminatória, equivalente a meias-finais, o luso vai reencontrar Kelly Slater - que se apurou no segundo lugar do heat vencido pelo português - e o compatriota do melhor surfista de sempre Kolohe Andino, número três mundial.

"Foi um bom dia. Tive heats difíceis, com grandes surfistas, como o Kelly [Slater], o Kanoa [Igarashi], o Ítalo [Ferreira], o Jay Quinn, o Carlos Muñoz, mas consegui chegar às meias-finais e estou um pouco mais perto do objetivo", assinalou.

Na outra meia-final defrontam-se o campeão mundial Gabriel Medina, Ítalo Ferreira e o marroquino Ramzi Boukhiam. Os dois melhores classificados de cada bateria disputarão as medalhas dos Mundiais de 2019.

Miguel Blanco perdeu logo na terceira ronda, na qual terminou em terceiro lugar no seu heat, com 9,53 pontos, atrás de Medina e do indonésio Rio Waida, confirmando a eliminação nas repescagens, nas quais terminou no mesmo posto, com 11,33, batido pelo peruano Tomas Tudela e o japonês Shun Murakami.