Etapa açoriana do Red Bull Cliff Diving regressa ao ilhéu de Vila Franca

Etapa açoriana do Red Bull Cliff Diving regressa ao ilhéu de Vila Franca

Com um total de oito etapas, o circuito mundial de Cliff Diving arranca em maio em Bali, na Indonésia e termina em novembro, em Sidney, na Austrália.

A etapa açoriana do Red Bull Cliff Diving World Series vai regressar a Vila Franca do Campo, em São Miguel, no dia 6 de setembro, na prova que é considerada o "maior clássico da competição", segundo a organização.

"Os Açores continuam em destaque, assumindo uma vez mais o papel do maior clássico da competição. A etapa que propõe o inigualável regresso às origens nas paisagens únicas do ilhéu de Vila Franca do Campo, ao largo da ilha de São Miguel, decorre no dia 6 de setembro, naquela que será a nona visita consecutiva à região", assinala a organização em comunicado.

O ilhéu de Vila Franca de Campo situa-se a cerca de um quilómetro da costa da maior ilha do arquipélago e está classificado como reserva natural.

Com um total de oito etapas, o circuito mundial de Cliff Diving arranca em maio em Bali, na Indonésia e termina em novembro, em Sidney, na Austrália.

Nesta décima segunda temporada do Red Bull Cliff Diving World Series, a organização destaca a "igualdade" como "ponto diferenciador", uma vez que nesta edição será a primeira vez que existirá o mesmo número de atletas masculinos e femininos.

No total, 24 atletas de 18 nacionalidades irão lutar pelos títulos de Gary Hunt (Reino Unido) e Rhiannan Iffland (Austrália), através de saltos para a água de alturas de 27 e 21 metros, masculinos e femininos, respetivamente.

Quer Gary Hunt, quer Rhiannan Iffland foram os vencedores da etapa açoriana do Cliff Diving nos Açores, em 2019.

A estreia dos Açores no circuito do Red Bull Cliff Diving ocorreu em 2011, com a vitória do russo Artem Shilchenko.