Diretor da Agência Ucraniana Antidopagem demite-se após escândalo

Diretor da Agência Ucraniana Antidopagem demite-se após escândalo
Redação com Lusa

Ivan Kurlischuk e o adjunto demitiram-se esta quarta-feira após divulgados os resultados de uma investigação da Agência Mundial Antidopagem.

O diretor da Agência Ucraniana Antidopagem (NADC), Ivan Kurlischuk, e o adjunto demitiram-se esta quarta-feira após a acusação, por parte da Agência Mundial Antidopagem (AMA), de violação dos padrões internacionais para testes desde 2012.

O ministro ucraniano do Desporto, Vadym Guttsait, explicou em comunicado que a demissão está enquadrada com "uma postura clara na luta contra o doping". "A reação a esta violação será imediata e dura", enfatizou.

A AMA tinha dado conta, na terça-feira, das conclusões de uma investigação aberta em 2019, denominada "Operação Hércules", que descobriu "provas de que desde 2012 o NADC avisava com antecedência da recolha de amostras e marcava datas com os desportistas e até clubes".

As normas internacionais definem testes sem aviso prévio, e a NADC telefonava aos atletas, ou avisava os treinadores, das recolhas no dia seguinte.