Cidades francesas boicotam Mundial e não transmitem jogos

.

 foto AFP

Marselha e Paris foram as últimas cidades a manifestarem-se contra o que dizem ser "uma catástrofe humanitária e ambiental"

Sucedem-se em França os anúncios de várias cidades em protesto contra o Mundial do Catar. A medida a tomar é a não transmissão dos jogos da prova em ecrãs gigantes, um procedimento que era habitual nos campeonatos do mundo.

Depois de Lille, Estrasburgo, Rodez, Bordéus, esta segunda-feira Marselha e Paris anunciaram a adesão ao boicote, em protesto contra a "catástrofe humanitária e ambiental" para a realização do Mundial no Catar e em defesa dos valores da solidariedade e da criação de vilas mais verdes.