Sete equipas de Fórmula 1 unem-se para fabricar ventiladores

Sete equipas de Fórmula 1 unem-se para fabricar ventiladores
Redação com Lusa

Tópicos

O Mundial de F1 está em suspenso, com oito grandes prémios cancelados ou adiados.

Um grupo de sete equipas de Fórmula 1 sediadas no Reino Unido vão unir-se para fabricar dispositivos médicos, em particular ventiladores, que ajudem no tratamento de doentes com covid-19, anunciou esta sexta-feira o organizador do Mundial da categoria.

Segundo a nota publicada no sítio oficial do Campeonato do Mundo de F1 na Internet, Red Bull, Racing Point, Haas, McLaren, Mercedes, Renault e Williams vão unir esforços no "Projeto Pitlane', com o objetivo de fabricar ventiladores e outros dispositivos médicos.

O Mundial de F1 está em suspenso, com oito grandes prémios cancelados ou adiados, depois de a primeira ronda, na Austrália, ter sido cancelada em cima da hora, após membros da Haas e da McLaren terem testado positivo a covid-19.

NÃO SAIA DE CASA, LEIA O JOGO NO E-PAPER. CUIDE DE SI, CUIDE DE TODOS