Pai de Miguel Oliveira e a morte do primo de Viñales: "Falta algo mais... Bom senso!"

Pai de Miguel Oliveira e a morte do primo de Viñales: "Falta algo mais... Bom senso!"
Redação

Tópicos

Primo de Viñales, Dean Berta Viñales, faleceu aos 15 anos vítima de um acidente em Jerez de La Frontera.

Em longa mensagem nas redes sociais, o pai de Miguel Oliveira, Paulo Oliveira, reagindo ao falecimento de Dean Berta Viñales, primo de Maverick Viñales, diz-se "revoltado" com mais uma morte no desporto.

Paulo Oliveira deixa críticas à FIM (Federação Internacional de Motociclismo), pedindo que os responsáveis criem "regulamentos de segurança para que o motociclismo continue a ser praticado em segurança", e sugerindo que "falta algo mais" para que se "chegar ao topo": "bom senso de dar o exemplo e disciplinar".

Veja a mensagem na íntegra:

"Mais uma daquelas notícias que diz a última coisa que se pretende ouvir... Esta é a terceira este ano, e se das outras fui capaz de escrever nada, hoje vou fazê-lo.

Estou revoltado com mais esta morte no desporto. Tenho um filho piloto e apoio e dou o meu contributo para fornar outros. E chegar ao topo não pode ser a qualquer custo! Existe muito empenho e trabalho por parte de todos intervenientes! Pilotos, pais, familia, amigos, patrocinadores, professores e etc, mas falta algo mais... Bom senso! O bom senso de dar o exemplo e disciplinar! Dar o exemplo por vezes é sancionar fortemente aqueles que dão um mau exemplo. O MotoGP tem-se revelado pouco exemplar nas sanções, tudo são lances de corrida... Este mau exemplo ajuda a que os jovens nas categorias de formação, que também eles podem a qualquer custo, almejar a posição. E é "O" a qualquer custo que hoje interessa... Parece ser os resultados e os super-heróis os únicos que vingam... Mas não sao. Faz falta que os responsáveis pelo motociclismo, como a FIM - Fédération Internationale de Motocyclisme hajam em prol do desporto, criando regulamentos de segurança para que o motociclismo continue a ser praticado em segurança.

Este ano partiram o Jason, o Hugo e hoje o Dean, estou muito triste... O motociclismo merece mais. Merece que estes miúdos tenham a oportunidade de serem exemplos na sociedade e partilhem com o mundo as emoções e a adrenalina que nos move no dia a dia.

À família Dean Berta Viñales agradeço as emoções que partilharam comigo assim como desejo muita força e coragem para passar este momento..."