Miguel Oliveira: "Não consigo explicar como aconteceu a queda"

Miguel Oliveira: "Não consigo explicar como aconteceu a queda"
Redação com Lusa

Tópicos

Piloto português da KTM caiu este domingo no GP de França.

Miguel Oliveira (KTM) mostrou-se este domingo "frustrado" por ter sofrido uma queda que o colocou fora do Grande Prémio de França de MotoGP a três voltas do final da sétima etapa do Mundial de motociclismo de velocidade.

Em declarações divulgadas pela assessoria de imprensa da KTM, Miguel Oliveira admitiu não conseguir "explicar como aconteceu".

"O fim de semana não começou bem e eu não sabia o que esperar a partir da segunda sessão dos treinos livres, mas até foi aquela [sessão] em que mais progredimos", referiu o português.

O piloto natural de Almada disse que a corrida "foi dura, tal como esperado", mas que tentou "muito ganhar posições".

"Estava dentro do top-10 mas depois caí à entrada da curva três e não consigo explicar como aconteceu. Não fiz nada de diferente comparativamente com as voltas anteriores", lamentou.

Oliveira reconheceu ser "bastante frustrante não terminar a corrida tão próximo do fim e perto de um bom resultado".

Após sete corridas, o português ocupa o 11.º lugar, com 43 pontos, menos 59 do que o francês Fábio Quartararo (Yamaha), campeão do mundo e líder da classificação.

A próxima etapa está marcada para 29 de maio, em Mugello, onde vai ser disputado o Grande Prémio de Itália.

"Temos de ir para Mugello com uma mentalidade positiva e dar o nosso melhor", concluiu o português.