Mesmo sem público, hoteleiros algarvios satisfeitos com regresso do MotoGP a Portimão

Mesmo sem público, hoteleiros algarvios satisfeitos com regresso do MotoGP a Portimão
Redação com Lusa

Tópicos

À Lusa, o presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA) evidenciou que é "naturalmente uma boa notícia".

A maior associação de hoteleiros do Algarve mostrou-se esta sexta-feira satisfeita com o anúncio da realização de um prova do Mundial de MotoGP no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, em abril.

À Lusa, o presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA) evidenciou que é "naturalmente uma boa notícia" que segue o pensamento que defende, de que "estes eventos devem ter continuidade, prosseguindo anualmente".

"Só assim poderão contribuir para a promoção e divulgação da região no exterior, tendo em conta a elevada cobertura mediática que estes eventos têm", afirmou Elidérico Viegas.

O responsável lamenta, no entanto, que "a mesma coisa não aconteça com a Fórmula 1", que entre 23 e 25 outubro do ano passado realizou a primeira prova no circuito algarvio, com cerca de 27.500 espetadores, e que não se repete este ano.

É, aliás, a questão da assistência que leva o representante dos hoteleiros algarvios a considerar que o impacto seja "meramente mediático", já que as "condições da pandemia" mantêm os fãs longe dos recintos desportivos

Ainda assim, considerou, o GP de Portugal, a disputar a 18 de abril, assume alguma relevância para as "unidades hoteleiras e empreendimentos perto do autódromo".

"O que se espera é que tenha continuidade nos anos vindouros depois da pandemia e aí já com público, a funcionar normalmente", conclui.

A organização do campeonato (Dorna) e a Federação Internacional de Motociclismo (FIM) anunciaram hoje que Portugal vai acolher pelo segundo ano consecutivo uma prova do Mundial de MotoGP, a 18 de abril, no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão.

O adiamento das corridas marcadas para Argentina (11 de abril) e Estados Unidos (18 de abril), devido ao aumento de casos provocados pela pandemia do novo coronavírus, promoveu o Autódromo Internacional do Algarve de suplente a circuito efetivo do campeonato.

Portugal vai acolher a terceira etapa do Mundial de MotoGP, que arranca a 28 de março, em Losail, no Catar, o mesmo circuito que vai receber a segunda etapa, o GP de Doha, a 4 de abril.

Em 2020, Portimão recebeu pela primeira vez uma corrida de MotoGP, a 22 de novembro, quando Miguel Oliveira (KTM) arrebatou o segundo triunfo na classe rainha do motociclismo de velocidade, depois do triunfo em Estíria, na Áustria, a 23 de agosto.

Esta vai ser a 15.ª edição do Grande Prémio de Portugal de MotoGP, depois de 12 edições, entre 2002 e 2012, terem sido disputadas no autódromo do Estoril e a de 1987 no circuito de Jarama, em Espanha.