Oficial: Dani Pedrosa e Honda terminam ligação de 18 anos

Oficial: Dani Pedrosa e Honda terminam ligação de 18 anos

Decisão foi tomada por "mútuo acordo" entre as partes.

O piloto espanhol Dani Pedrosa e a Honda vão colocar termo no final da época de MotoGP, por "mútuo acordo", a uma relação que dura há 18 anos, anunciou esta terça-feira o departamento de competição da marca nipónica.

"Na vida, precisas de novos desafios e sinto que é hora de mudar. Foram anos de grande sucesso e tenho crescido, não só como piloto, mas também como pessoa. Vou levar a Honda no meu coração e na minha cabeça", disse Dani Pedrosa.

A confirmação do fim da relação contratual iniciada em 2000 surgiu através de um comunicado emitido pela Honda, com declarações do seu presidente, Yoshishige Nomura, que agradeceu ao piloto espanhol, a quem desejou boa sorte para o futuro.

Dani Pedrosa, de 32 anos, conquistou 31 vitórias pela Honda e por três vezes terminou o Mundial de MotoGP como vice-campeão, em 2003, 2004 e 2005, atrás do italiano Valentino Rossi, que foi seu colega de equipa e adversário na Yamaha.

"Hoje é um dia triste para mim e em nome da HRC [departamento de competição da Honda] quero agradecer ao Dani por todo o seu trabalho e esforço e expressar a minha gratidão por estas duas décadas juntos", disse Yoshishige Nomura.