Moto 2: Miguel Oliveira ficou a testar em Itália

Moto 2: Miguel Oliveira ficou a testar em Itália

O piloto português testou a pensar já na próxima corrida, em Barcelona

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) cumpriu testes no circuito italiano de Mugello, esta segunda-feira, nomeadamente aos chassis da sua mota, um dia depois de ter vencido o Grande Prémio de Itália em Moto2.

"Depois de ter conseguido vencer ontem [domingo], tivemos hoje [segunda-feira] um dia positivo de treinos em Itália. Testámos algumas coisas que tentámos também na corrida e nos testes em Barcelona, na semana passada. Não foi nada de novo, mas sim o 'setup' da suspensão dianteira e do chassis, para ver como montar melhor a mota. Globalmente, estou satisfeito pela forma como correu e estamos a pensar na corrida de Barcelona", referiu o piloto natural de Almada, citado pela KTM.

De acordo com a equipa de Miguel Oliveira, o português cumpriu 52 voltas ao circuito italiano, enquanto o sul-africano Brad Binder 55, na tentativa de testar a mota, tal como tinham feito no circuito catalão, mas numa pista diferente e sob diferentes condições.

No domingo, Oliveira venceu o Grande Prémio de Itália em Moto2, ao gastar menos 184 centésimos de segundo do que o italiano Lorenzo Baldassari (Kalex), segundo classificado.

Após seis provas, o português ocupa o segundo lugar do Mundial de Moto2, com 98 pontos, menos 13 do que o italiano Francesco Bagnaia (Kalex).

A próxima prova do campeonato vai ser o Grande Prémio da Catalunha, em Barcelona, em 17 de junho.