Miguel Oliveira tem Moto GP à vista

Miguel Oliveira tem Moto GP à vista
Rodrigo Cortez

Tópicos

Piloto português diz que a KTM é a equipa certa para o levar à categoria rainha do motociclismo.

O piloto Miguel Oliveira acredita que a KTM, pela qual assinou este mês, lhe pode abrir em breve as portas do Moto GP, categoria mais importante do motociclismo. "Pelo valor que reconheço a mim próprio como piloto, ambicionaria entrar já numa equipa de fábrica e a KTM pode ser o palco perfeito para o conseguir", afirmou, lembrando, no entanto, que "os contratos de fábrica estão fechados para os próximos dois anos".

Oliveira falou no Fórum Nacional do Desporto, em Lisboa, evento onde também estava o pai, Paulo Oliveira. Este foi ainda mais concreto, ao estabelecer uma baliza temporal: "Está mais próximo do que possa parecer. Acredito que em 2019 ou 2020 o Miguel entrará na categoria rainha". Quanto à KTM, Miguel informa que ainda não conhece o novo modelo de Moto2. "É cedo, pois ainda nem testei a moto. Vou fazê-lo em novembro, após a última corrida, em Valência. O projeto é ambicioso, não vamos começar da estaca zero, mas com um nível muito elevado", disse, sabendo que a KTM se aliará à equipa Ajo, atual campeã de Moto2, o que lhe permite um sonho: "Seria um privilégio ser campeão do mundo.