Miguel Oliveira: "O treino foi muito apertado, queremos mais"

Miguel Oliveira: "O treino foi muito apertado, queremos mais"

Português ficou-se pelo 20.º melhor tempo entre os 24 pilotos que participam no Grande Prémio da Catalunha de MotoGP.

O português Miguel Oliveira (KTM) ficou-se pelo 20.º melhor tempo entre os 24 pilotos que participam este fim de semana no Grande Prémio da Catalunha de MotoGP, sétima prova do Mundial. O piloto de Almada melhorou 589 milésimos de segundo entre as duas sessões desta sexta-feira, mas, mesmo assim, não subiu na tabela de tempos, sendo 20.º em ambas.

Na primeira sessão fez 1.41,920 minutos, a 1,228 segundos do espanhol Marc Márquez (Honda), o único a não conseguir melhorar o seu tempo na segunda, na qual Oliveira marcou 1.41,331, a 1,252 do francês Fabio Quartararo (Yamaha), que na última volta conseguiu o melhor tempo do dia.

"O treino de hoje foi muito apertado. A diferença para o primeiro classificado não é muita, mas nós queremos mais", explicou o piloto da KTM.

Para sábado, Miguel Oliveira explica que vai "continuar a trabalhar no feeling da mota e no funcionamento". "Sobretudo nas curvas rápidas, que é onde parece que estamos a perder mais tempo", disse.

O piloto de Almada queixou-se, ainda, de que "as condições da pista estão diferentes das do ano passado, com o piso mais escorregadio, e isso altera as referências".

O GP da Catalunha disputa-se no domingo, no circuito de Montmeló, em Barcelona.

Com seis provas já disputadas, Miguel Oliveira ocupa a 19.ª posição do campeonato na sua época de estreia em MotoGP, com oito pontos.