Grande Prémio da Holanda regressa em 2020 após 35 anos de ausência

Grande Prémio da Holanda regressa em 2020 após 35 anos de ausência

Circuito de Zandvoort vai estar incluído no calendário de Fórmula 1, onde corre o holandês Max Verstappen

A Fórmula 1 vai regressar ao lendário circuito de Zandvoort em 2020, 35 anos após o último Grande Prémio da Holanda, em 1985, anunciaram os promotores da modalidade automobilística.

"No início do nosso mandato na Fórmula 1, dissemos que queríamos corridas em novos lugares, mas respeitando as raízes históricas deste desporto na Europa", disse em comunicado o diretor executivo do organismo que tutela a modalidade, Chase Carey.

O austríaco Niki Lauda, em McLaren, foi o vencedor do último grande prémio disputado no circuito de Zandvoort, em 1985, que tem 13 curvas e uma extensão de 4,307 quilómetros e que recebeu a sua primeira corrida de F1 em 1952, quatro anos após a inauguração.

Entre 1952 e 1985, o circuito de Zandvoort, desenhado por John Hugenholtz, recebeu 30 grandes prémios de Fórmula 1, sendo que o recorde da pista pertence ao holandês Max Verstappen (1.19,511 minutos), desde 2017, com um monolugar da Red Bull.