Depois de ser despedido, Fenati perde também contrato com nova equipa para 2019

Depois de ser despedido, Fenati perde também contrato com nova equipa para 2019

Piloto italiano já tinha contrato com a MV Augusta, equipa que estará de regresso ao Moto2

Poucas horas depois da Marinelli Snipers Team ter anunciado o despedimento imediato de Romano Fenati, o piloto italiano perde agora também o contrato com a MV Augusta para 2019.

Fenati, recorde-se, carregou no travão da mota de Manzi, durante a corrida de San Marino, quando o adversário seguia a mais de 200 km/h, num movimento perigoso e inqualificável, nas palavras da Marinelli.

Agora, aquela que seria a futura equipa de Fenati anuncia que também não quer o italiano ao comando das suas motas. "A MV Augusta não quer se representada por Fenati em 2019, um ano em que regressa às competições. O acordo entre a equipa o piloto será cancelado."

Giovanni Castiglioni, presidente da equipa, foi mesmo mais longe: "Em anos de desporto, nunca vi um comportamento tão perigoso. Um piloto assim não representa os valores da nossa marca de forma alguma."

Recorde o momento que esteve na origem de tudo