"Bebi durante 16 dias seguidos entre corridas", revela Raikkonen

"Bebi durante 16 dias seguidos entre corridas", revela Raikkonen

Livro sobre a vida do piloto da Ferrari revela episódios menos felizes da sua carreira.

As revelações feitas pelo livro "O Kimi Raikkonen desconhecido" estão a gerar um rebuliço no mundo da Fórmula 1, com o piloto finlandês a admitir, inclusive, que chegou a beber durante 16 dias consecutivos entre duas provas do campeonato do Mundo, em 2012.

Aconteceu entre os Grandes Prémios do Bahrein e de Espanha, nos quais ficou classificado em segundo e terceiro lugares, respetivamente. Mais tarde, chegou a afirmar que sabia o que estava a fazer e pediu para o deixarem "em paz".

Raikkonen sagrou-se campeão do mundo de Fórmula 1 em 2007, ao volante de um carro da Ferrari, que ainda representa, mas passou por muitas dificuldades para chegar ao patamar mais alto do desporto automóvel:

"O meu irmão Rami era o meu mecânico. Conduzíamos uma carrinha velha para as corridas. Os meus pais gastavam muito dinheiro nas corridas e eu pensava que não ia chegar a lado nenhum", recordou também o finlandês, agora com 38 anos.