Moto2: piloto italiano despedido por "comportamento inqualificável e perigoso"

Romano Fenati carregou no travão da mota do adversário quando seguiam a mais de 200 km/h

Depois da expulsão da corrida, no GP de San Marino, e da suspensão por duas provas, Romano Fenati fica agora sem equipa no campeonato de Moto2.

A Marinelli Snipers Team anunciou, esta segunda-feira, ter despedido Fenati depois deste, em plena corrida, ter carregado no travão da mota de Stefano Manzi quando seguiam a mais de 200 kms/h. "Podemos anunciar que a equipa cancelou o contrato por Romano Fenati pela sua conduta antidesportiva, inqualificável, perigosa e danosa para a imagem de todos. Com extremo pesar, temos de constantar que o seu gesto irresponsável colocou em perigo a vida de outro piloto e não pode ser desculpado de forma alguma."

O anúncio foi feito por Stefano Bedon que, no comunicado, pediu ainda desculpas em nome pessoal, da equipa e dos patrocinadores a todos os adeptos do motociclismo.

Recorde o momento em Fenati travou a mota de Manzi.