Depois de ser despedido, Fenati perde também contrato com nova equipa para 2019

Piloto italiano já tinha contrato com a MV Augusta, equipa que estará de regresso ao Moto2

Poucas horas depois da Marinelli Snipers Team ter anunciado o despedimento imediato de Romano Fenati, o piloto italiano perde agora também o contrato com a MV Augusta para 2019.

Fenati, recorde-se, carregou no travão da mota de Manzi, durante a corrida de San Marino, quando o adversário seguia a mais de 200 km/h, num movimento perigoso e inqualificável, nas palavras da Marinelli.

Agora, aquela que seria a futura equipa de Fenati anuncia que também não quer o italiano ao comando das suas motas. "A MV Augusta não quer se representada por Fenati em 2019, um ano em que regressa às competições. O acordo entre a equipa o piloto será cancelado."

Giovanni Castiglioni, presidente da equipa, foi mesmo mais longe: "Em anos de desporto, nunca vi um comportamento tão perigoso. Um piloto assim não representa os valores da nossa marca de forma alguma."

Recorde o momento que esteve na origem de tudo

Your browser doesn't support HTML5 video.