Hyundai terá piloto do WRC para chegar ao título em Portugal

Hyundai terá piloto do WRC para chegar ao título em Portugal

Irlandês Craig Breen, que regressou à Hyundai para um programa a meio-tempo no Mundial, será colega de equipa de Ricardo Teodósio e uma forte aposta para travar os títulos dos Skoda Fabia.

Craig Breen, um dos quatro pilotos oficiais da Hyundai no Mundial de ralis, vai fazer o Campeonato de Portugal a tempo inteiro, anunciou o "AutoSport" e confirmou O JOGO. O irlandês terá um programa no WRC a meio-tempo, repartindo o i20 Rally1 com Dani Sordo, e os calendários deste ano são conciliáveis na maioria das provas, o que permitirá ao irlandês lutar por um título que sempre foi ganho por portugueses.

Breen, de regresso à Hyundai após uma época agridoce na M-Sport Ford - segundo na Sardenha e terceiro no Monte Carlo, mas só pontuou em sete de 13 provas -, irá render Bruno Magalhães e ter Ricardo Teodósio como colega de equipa. Sérgio Ribeiro, CEO da Hyundai Portugal, não quis comentar a contratação a O JOGO, mas trata-se de mais um esforço para conquistar o título nacional, festejado com Armindo Araújo em 2017, no ano de estreia da equipa, e perdido nas quatro épocas seguintes, curiosamente para Araújo (2020 e 2022) e Teodósio (2019 e 2021), mas alinhando estes com Skoda.

O piloto irlandês, que vai para a 11.ª época no WRC e dará maior animação ao campeonato português, só numa das oito provas poderá ter coincidência de datas com o Mundial - Rali da Madeira é nos mesmos dias do da Finlândia - e tem alguma experiência nos troços nacionais. Fez seis vezes o Rali de Portugal - foi quinto em 2017, no seu melhor ano -, duas vezes o dos Açores, que conquistou em 2015, ganhou o de Mortágua em 2017 e teve um despiste em Fafe, em 2018, edição que já correu pela Hyundai.