Hamilton dispara contra os críticos: "Há outro piloto com o mesmo carro e não ganha como eu"

Hamilton dispara contra os críticos: "Há outro piloto com o mesmo carro e não ganha como eu"

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Redação

Tópicos

Piloto britânico exige respeito. "Gostava que houvesse mais corridas como a da Turquia, para demonstrar o que sou capaz de fazer", afirmou.

Lewis Hamilton tem dominado a Fórmula 1 nos últimos anos e no domingo deu um passo de gigante para ser considerado o melhor de sempre da Fórmula 1, ao conquistar o sétimo título da carreira, igualando o recorde do alemão Michael Schumacher.

No entanto, o mérito do britânico da Mercedes é muitas vezes questionado, uma vez muitos críticos afirmam que tal sucesso é fruto da equipa e do carro que conduz. Agora, e apesar de concordar que os dois aspetos são fundamentais para os números que apresenta, Hamilton exige respeito, dizendo que tal não se conseguiria sem talento.

"Gostava que houvesse mais corridas complicadas como a da Turquia, em condições como aquelas. Quantas mais ocasiões haja desse tipo, mais vezes poderei demonstrar o que sou capaz [de fazer]. Mereço respeito, foi um domingo muito duro, no qual não dependes do carro. Há outro grande piloto que usa o mesmo carro e obviamente não termina como eu", começou por afirmar, citado pelo jornal Marca.

"Ouço comentários interessantes de grandes pilotos, sobretudo do passado. Claro que precisas de uma grande equipa e um grande carro, ninguém ganhou um Mundial de outra forma. Quando corrida nos karts, eu levava um carro de quinta categoria com um motor de merda. No meu primeiro campeonato, o rapaz que ganhava levava uns motores muito bons que o pai do Jenson Button fazia. Recordo que quando o rapaz subiu de categoria, o meu pai teve de voltar a hipotecar a casa para comprar um desses de 2500 libras. Quando o puseram no meu carro, estava à frente o tempo todo. Claro que precisas de um bom material, mas também conta o que fazes com ele e espero que isso se possa ter visto na Turquia", concluiu.