Filipe Albuquerque reforça liderança do campeonato norte-americano de resistência

Filipe Albuquerque reforça liderança do campeonato norte-americano de resistência

A próxima ronda disputa-se em Detroit, a 3 e 4 de junho.

Filipe Albuquerque (Acura) venceu a quinta corrida da temporada do campeonato norte-americano de resistência (IMSA) disputada em Mid-Ohio.

O piloto natural de Coimbra, que fez equipa com o norte-americano Ricky Taylor, terminou as 2:40 horas com 2,098 segundos de vantagem sobre o britânico Tom Blonqvist (Acura) e 16,910 segundos sobre o brasileiro Pipo Derani (Cadillac).

"Fiz um excelente arranque, nas primeiras voltas o carro estava ótimo, mas, a partir do meio do turno de condução, o carro estava difícil de guiar", explicou Filipe Albuquerque, adiantando que o carro estava a escorregar demasiado de traseira, pelo que foi "uma corrida muito, muito dura".

Com este resultado, Filipe Albuquerque cimentou a liderança do campeonato.

A próxima ronda disputa-se em Detroit, a 3 e 4 de junho.

"Estou supercontente com esta vitória. Passei para primeiro, mas o carro estava com um comportamento muito mau, não conseguia andar. Fiquei muito preocupado", começou por explicar o piloto natural de Coimbra, que antes de terminar o seu turno de condução foi ultrapassado, caindo para segundo.

Filipe Albuquerque adiantou que, "desta vez", ele e o companheiro de equipa, o norte-americano Ricky Taylor, mudaram a estratégia de corrida, invertendo a ordem de condução.

"Hoje era o Ricky a acabar e fez um trabalho espetacular. Falei com os engenheiros para tentar ajudar ao equilíbrio do carro e conseguiu fazer a ultrapassagem e aguentar. Fez um trabalho espetacular", sublinhou o português.

Esta foi a segunda vitória em cinco provas do campeonato, depois de terem vencido em Laguna Seca.

"Duas vitórias seguidas, estamos em primeiro do campeonato. Ainda falta muito, estamos a meio mas sabe muito bem ganhar duas corridas seguidas", concluiu Filipe Albuquerque.