Miguel Oliveira vai correr pela Aprilia em 2023: confira os detalhes

Miguel Oliveira vai correr pela Aprilia em 2023: confira os detalhes
Redação

Tópicos

Anúncio oficial foi feito na manhã desta terça-feira.

MIguel Oliveira, piloto português de MotoGP, vai correr em 2023 na RNF, equipa satélite da Aprilia, depois dos quatro anos no Mundial de motociclismo de velocidade na KTM. O contrato é de dois anos.

A RNF vai deixar de ter as suas motas fornecidas pela Yamaha a partir do próximo ano e tornar-se uma equipa satélite da Aprilia. A marca italiana, pela primeira vez na história da MotoGP, terá uma equipa satélite a competir no seio do pelotão, com o português nas fileiras.

Oliveira não é o único piloto a trocar a KTM pela Aprilia, pois o espanhol Raúl Fernández, que representa esta época a Tech3, foi também anunciado como piloto da marca italiana.

Miguel Oliveira, de 27 anos, termina contrato no final da temporada com o construtor austríaco, ao serviço do qual se estreou em MotoGP, em 2019, na Tech3, e rumou à equipa de fábrica em 2021.

O piloto natural de Almada, atual 10.º da classificação de pilotos, com 85 pontos, menos 115 do que o francês Fabio Quartararo, líder e campeão do mundo, conta quatro vitórias na categoria rainha do motociclismo de velocidade, com os triunfos em Portimão e na Estíria, em 2020, em Barcelona, no ano passado, e na Indonésia, na presente temporada.

O nono lugar alcançado em 2020 foi a melhor classificação obtida por Oliveira no Mundial de MotoGP, que foi 14.º em 2021 e terminou em 17.º no ano de estreia.

Antes de chegar à MotoGP, Miguel Oliveira sagrou-se vice-campeão do mundo de Moto3, em 2015, e Moto2, em 2018, em ambos os casos em KTM, atrás do inglês Danny Kent e do italiano Francesco Bagnaia, respetivamente.

A RNF Racing é uma equipa malaia, que se estreou em 2022 no campeonato de MotoGP, em parceria com a Yamaha, tendo, a partir do próximo ano, acordo com a Aprilia.

No presente campeonato, alinharam pela formação propriedade de Razlan Razali, cujo nome utiliza as primeiras letras dos nomes dos seus filhos (Razali, Nadia e Farouk), o italiano Andrea Dovizioso e o sul-africano Darryn Binder, irmão mais novo de Brad Binder, atual companheiro de equipa de Miguel Oliveira na KTM.

Na KTM, Miguel Oliveira vai ser substituído pelo australiano Jack Miller, que se junta ao sul-africano Brad Binder na equipa de fábrica.