Dakar'2019: Paulo Gonçalves "satisfeito" por terminar

Dakar'2019: Paulo Gonçalves "satisfeito" por terminar

Piloto da Honda continua a ser o melhor português nas motos, mas voltou a perder tempo para os primeiros. Confira aqui as declarações de vários dos pilotos nacionais.

Paulo Gonçalves é 11.º da geral, mas já a 19 minutos do seu colega Joan Barreda, que manteve a liderança após uma etapa que foi madrasta para Joaquim Rodrigues, já 32.º da geral. Entre os pilotos portugueses destacou-se Ricardo Porém, que chegou a liderar entre os SSV, mas baixou para nono nos últimos 20 km, e nas motos o que melhor cumpre as expectativas é Mário Patrão, atual 31.º da geral.

Anote as declarações de alguns dos portugueses após a chegada a San Juan de Marcona:

Paulo Gonçalves (Honda), 11.º a 19m12s

"Foi uma especial bastante longa. Os carros partiam na frente e isso fez com que o piso ficasse bastante estragado. Havia muita areia e dunas, mas também tivemos 60 quilómetros de pista e, aí, o piso estava bastante degradado. Havia muito pó e tivemos de ultrapassar muitos carros. Fiquei satisfeito por ter terminado esta longa etapa. O terceiro dia também vai ser bastante longo. Espero continuar com bom ritmo e tentar melhorar a velocidade na corrida e a forma física".

Mário Patrão (KTM), 31.º a 45m55s

"Hoje a especial foi super longa, senti que começo a ganhar o feeling correto na navegação. Partimos depois dos carros e tivemos imensos quilómetros de fesh fesh, o que dificulta a visibilidade. Foram imensos quilómetros sem um único ponto de referência visível! Naveguei de forma coesa e consegui subir na tabela, como pretendia. Amanhã será outro dia de luta"

David Megre (KTM), 39.º a 1h10m59s

"Foi um dia longo e com muito trabalho ao nível da navegação, mas correu tudo muito bem. Já sabia que tinha de ter especial atenção à navegação e tirei partido de todos os treinos que fiz nessa área, sem exagerar para não falhar. Senti-me bem e confortável com as dunas e subir cinco posições é positivo. Mas estamos numa fase muito inicial da prova e sabemos que ainda temos maiores dificuldades para ultrapassar."

Ricardo Porém (Can-Am), 9.º SSV, a 24m30s

"Diverti-me muito. Estivemos com o melhor tempo e perdemos algum no final, mas o Dakar é muito grande. Há muitos dias pela frente e outras oportunidades vão aparecer. Estou a adorar a experiência e o Can-Am Off-Road da South Racing está perfeito"