Dakar: Petrucci queria "matar o camelo" que quase lhe custou a vitória

Dakar: Petrucci queria "matar o camelo" que quase lhe custou a vitória
Carlos Flórido

Tópicos

Piloto italiano caiu logo de início e rebentou as calças, que foi obrigado a segurar o resto da etapa. Mas reagiu com humor

Danilo Petrucci fez história ao ser o primeiro piloto de MotoGP a ganhar no Rali Dakar e revelou o seu conhecido humor em Riade, depois de ter superado as lágrimas quando foi informado de que vencera, após uma penalização de Toby Price.

Mas "Petrux", de 31 anos, escapou por pouco a mais um dos azares que vinham a marcar a sua prova, ao cair logo na fase inicial da quinta etapa.

"Tive muita sorte ao não me magoar naquela queda. Queria matar o camelo que me apareceu à frente após uma esquina; queria matá-lo, mas depois lembrei-me que aqui os camelos são mais importantes do que as mulheres. Portanto, podia arranjar problemas sérios. Além disso, era um grande camelo. Eu achava que eles eram mais pequenos, mas não, este era mesmo grande", comentou o italiano, num vídeo que divulgou.

A restante história também teve piada: "Fiquei a pensar no camelo, mas também que tinha de chegar ao fim, por causa das minhas calças. Elas rebentaram e não as conseguia segurar. Depois andei mesmo depressa e o Daniel Sanders ajudou-me imenso".

"Estou realmente feliz, sem palavras. Queria fazer história no desporto motorizado e fui o primeiro a ganhar uma corrida de MotoGP e uma etapa no Dakar", finalizou o piloto da Tech3 KTM.