Ao segundo dia do Rali da Turquia, Sébastien Ogier lidera por duas décimas

Ao segundo dia do Rali da Turquia, Sébastien Ogier lidera por duas décimas

Ott Tanak desistiu depois de o seu carro não ter pegado à entrada para o segundo troço

O francês Sébastien Ogier (Citrpën C3) terminou o segundo dia do Rali da Turquia, 11.ª prova do Mundial, na liderança, com apenas duas décimas de segundo de avanço sobre o companheiro de equipa, o finlandês Esapekka Lappi.

Este segundo dia de prova, com 110 quilómetros cronometrados, ficou marcado pela desistência do líder do Mundial, o estónio Ott Tanak (Toyota Yaris), à entrada para o segundo troço, quando o seu carro não pegou.

"Não percebo. Tínhamos parado para reabastecer cinco minutos antes e pegou sem problema algum", lamentou Tanak, que, independentemente do resultado dos adversários, sairá da Turquia ainda na liderança do campeonato.

Para já, é Ogier quem está em melhor posição para capitalizar esta desistência, ao contrário do belga Thierry Neuville (Hyundai i20), segundo do Mundial, que sofreu uma saída de estrada e perdeu quatro minutos. Com esse incidente, caiu para oitavo, já a 4.38,2 minutos do líder.

O francês saltou para a liderança na penúltima das seis especiais do dia, mas perdeu 4,5 segundos para Lappi no derradeiro troço, chegando ao último dia desta 11.ª ronda do Mundial com apenas duas décimas de vantagem, mas já com 1.17,1 minutos sobre o terceiro, o norueguês Andreas Mikkelsen (Hyundai i20).

"Tivemos um dia bom, sem problemas. Agora temos de terminar amanhã [domingo]. Tem sido uma diferença grande, comparado com o que aconteceu na prova anterior [na Alemanha]. Tivemos mais tempo para preparar o carro. Ainda temos de continuar a melhorar, especialmente no asfalto", declarou Ogier, após a última especial.

Para domingo, estão previstos quatro troços, num total de 38,62 quilómetros cronometrados, incluindo os 7,05 da 'power stage', que distribuiu pontos pelos pilotos mais rápidos.