António Félix da Costa volta a dominar na Fórmula E e "bisa" em Berlim

António Félix da Costa volta a dominar na Fórmula E e "bisa" em Berlim

Mais uma vez, a matemática do português deu contas certas, com a bateria a ficar a zeros no momento de cortar a meta.

António Félix da Costa (DS Techeetah) venceu a segunda das seis corridas finais do campeonato de Fórmula E, para carros elétricos, que se disputam em Berlim, reforçando a liderança da competição.

O piloto português cumpriu as 38 voltas previstas em 46.19,412 minutos, deixando o segundo classificado, o suíço Sébastien Buemi (Nissa), a 3,090 segundos e o terceiro, o brasileiro Lucas di Grassi (Mahindra), a 8,296.

Tal como na véspera, o piloto de Cascais garantiu a pole position durante a qualificação e voltou a dominar todas as voltas da corrida no circuito desenhado no aeroporto de Tempelhof, nos arredores de Berlim, onde se disputam todas as provas ao longo de oito dias.

"Três de seguida, espantoso", gritou o piloto português, ainda dentro do monolugar elétrico, em referência à terceira vitória consecutiva no campeonato, que leva já sete corridas disputadas, depois de ter vencido em Marrocos e, na quarta-feira, em Berlim.

Mais uma vez, a matemática do português deu contas certas, com a bateria a ficar a zeros no momento de cortar a meta.

"Foi duro. Sofremos um bocado com a temperatura da bateria. Vamos ter quatro corridas nos próximos seis dias. A cada dia, todos estão mais próximos. É duro", concluiu.

Com este resultado, Félix da Costa tem agora 125 pontos, contra os 57 do brasileiro Lucas di Grassi (Audi) e do belga Stoffel Vandoorne (Mercedes) - que hoje garantiu o ponto extra da volta mais rápida da corrida -, segundo e terceiro colocados no campeonato.

A próxima corrida, a oitava deste campeonato, disputa-se no sábado, no mesmo local, mas em sentido inverso à de hoje.