Miguel Oliveira é segundo classificado no GP Alemanha: recorde a corrida

.

 foto EPA

O piloto português Miguel Oliveira corre no Grande Prémio da Alemanha, às 13h00.

Entramos na última volta.

Marc Márquez volta a aumentar a vantagem para Miguel Oliveira.

Faltam 3 voltas para o final.

Miguel Oliveira está a 9 décimas de Marc Márquez.

Faltam 5 voltas para terminar a corrida.

Erro de Marc Márquez, a abrir na curva, e Miguel Oliveira fica mais próximo.

Miguel Oliveira vai-se aproximando de Marc Márquez.

Estamos a 9 volta do final.

Faltam 11 voltas para o final.

O piloto português tem vindo a aproximar-se de Marc Márquez.

Miguel Oliveira a um segundo e meio de Marc Márquez.

Marc Márquez está em primeiro lugar, com Miguel Oliveira em 2.º e Jack Miller em 3.º.

Faltam 15 voltas para terminar a corrida.

Miguel Oliveira volta a fazer a melhor volta.

Miguel Oliveira colado a Jack Miller.

Miguel Oliveira ultrapassa Aleix Espargaró e sobe ao 3.º lugar.

Miguel Oliveira ultrpassa Johann Zarco e sobe ao 4.º lugar.

Miguel Oliveira continua na 5.ª posição.

Bandeira branca. Os pilotos podem trocar de mota.

Queda para Lorenzo Savadori. O piloto abandona a corrida.

Miguel Oliveira faz a melhor volta.

Queda para Alex Márquez e Danilo Petrucci. Os pilotos abandonam a corrida.

Miguel Oliveira ultrapassa Fabio Quartararo e sobe ao 5.º lugar.

Marc Márquez faz a volta mais rápida.

Miguel Oliveira continua na 6.ª posição, atrás de Fabio Quartararo.

Aleix Espargaró está na liderança.

Marc Márquez arrancou muito bem e já está na 2.ª posição.

Miguel Oiveira desceu para 7.º, mas já recuperou a 6.ª posição.

Os pilotos arrancam para a volta de aquecimento.

As equipas começam a deixar a grelha de partida.

Arranca o Safety Car. Faltam 5 minutos para começar a corrida.

Recorde-se que esta corrida terá 30 voltas.

Pilotos e equipas já se encontram todos na grelha de partida.

Os pilotos começam a deixar as boxes para se dirigirem à grelha de partida.

O almadense vai partir ao lado do Marc Márquez (5.º), que é favorito pelo historial em Sachsenring, sendo de esperar a subida de posições de ambos, embora numa pista estreita as ultrapassagens não sejam fáceis.

No entanto, nem Oliveira nem os restantes pilotos pareciam convencidos. “Podíamos ter sido um pouco mais rápidos, mas as bandeiras amarelas atrapalharam a nossa progressão. Isso está obviamente fora do nosso controlo, mas podemos no futuro pensar em como evitar estas situações”, soltou o português, apostado em “manter o foco, sair bem e fazer uma boa gestão do físico e dos pneus”.

“Forcei um pouco mais, mas acho que me inclinei muito na curva 5 e a dianteira fugiu. Foi apenas uma derrapagem, mas a moto deitava algum fumo e pedi para a retirarem rápido, para não se incendiar”, explicou o francês sobre a sua “pole” à Charles Leclerc - no Mónaco, o piloto da Ferrari garantira o primeiro lugar da grelha depois de ir contra um muro, parando a qualificação.

Ainda assim, o português da KTM, que teve como volta mais rápida 1m20,689s (pior do que os 1m20,451s da terceira qualificação), não se sentia satisfeito com a situação de bandeiras amarelas que, já no final da sessão - e originada por Johann Zarco, depois de ter feito o melhor tempo -, impediu os pilotos de melhorarem os seus registos.

Vindo do terceiro triunfo da carreira em MotoGP, obtido na Catalunha, Miguel Oliveira vai largar da sexta posição, tendo realizado a segunda melhor qualificação desde que a época arrancou.

Acompanhe aqui a corrida de Miguel Oliveira no Grande Prémio da Alemanha. A partida está agendada para as 13h00.

Boa tarde.