A reação do diretor da KTM à queda e corrida de Miguel Oliveira em Portimão

Miguel Oliveira caiu no Grande Prémio de Portugal

 foto José Sena Goulão/EPA

Mike Leitner falou de Miguel Oliveira e lembrou que "as quedas podem acontecer".

Miguel Oliveira caiu, este domingo, no Grande Prémio de Portugal, mas ao chegar às boxes foi aplaudido por toda a equipa. O diretor da KTM, Mike Leitner, admitiu a desilusão, mas elogiou o piloto português pela força de vontade.

"O Miguel fez um grande trabalho no fim de semana. Trabalhámos muito para adaptar com a situação dos pneus. Ele esteve na Q2 e as quedas podem acontecer. Estava no trânsito numa fase em que todos estão a tentar ser agressivos, ganhas e perdes posições. Quando começou a puxar pelo ritmo acabou por cair. O Miguel não conseguiu, mas no ano passado mostrou o que pode fazer. Resta-nos trabalhar e tentar dar resultados", começou por dizer.

Mike Leitner falou depois de Brad Binder, que terminou em 5.º lugar: "Estamos felizes pelo Binder, mas não pelo Miguel. No ano passado ganhámos e este ano fomos quintos. Estamos aqui no MotoGP para alcançar coisas importantes e vamos manter-se unidos para fazer uma moto boa para os nossos rapazes", finalizou.