A primeira declaração do pai de Paulo Gonçalves onde o povo chora o "filho da terra"

A primeira declaração do pai de Paulo Gonçalves onde o povo chora o "filho da terra"
Joana Carvalho

Tópicos

"É uma tragédia que se abate sobre a nossa família", afirmou José Maria Gonçalves a O JOGO, em Gemeses, freguesia de Esposende

Gemeses, freguesia de Esposende, vive momentos de dor pelo falecimento de Paulo Gonçalves, um "filho da terra", como várias pessoas, no local, o apelidavam esta manhã.

Na casa dos pais do piloto português, vítima de despiste fatal em pleno Dakar, juntaram-se alguns familiares. José Maria Gonçalves, pai de Paulo Gonçalves, numa curta declaração a O JOGO, referiu: "É uma tragédia que se abate sobre a nossa família. Ele foi um grande piloto, que fez muito por Portugal".

Todas as conversas, no local, se focam na triste notícia desta manhã de domingo. "Ainda nem me acredito que isto aconteceu. Vi-o crescer. Era o nosso orgulho. Foi o sonho dele que o matou. Só me acredito que isto aconteceu quando o vir aqui connosco", disse Odete Silva, moradora em Gemeses.

Num café perto da casa da família do malogrado piloto, Carlos Pires revelou alguma amargura: "É pena que só se lembrem dele na morte. Mas ninguém se esquece do que ele fez e o grande piloto que foi. Estou muito triste com isto. Que deus o guie".

Paulo Gonçalves faleceu esta manhã na sequência de uma queda durante a sétima de 12 etapas da 42.ª edição do Rali Dakar de todo-o-terreno, na Arábia Saudita.