Treinador do Óquei de Barcelos revoltado: "Os meus jogadores estão a chorar"

Treinador do Óquei de Barcelos revoltado: "Os meus jogadores estão a chorar"

Paulo Pereira deixa críticas à arbitragem após a derrota na final da Taça CERS.

O Óquei do Barcelos falhou a conquista da Taça CERS pelo terceiro ano seguido, ao perder nas grandes penalidades com o Lleida, nas grandes penalidades, após o 2-2 no tempo regulamentar e prolongamento. Após o encontro, o treinador Paulo Pereira deixou fortes críticas à arbitragem.

"Hoje era impossível sair daqui com o tri. Não iam deixar. Que significado tem vir de tão longe para jogar uma final e ter árbitros inexperientes? Se na final estão as melhores equipas, também deviam estar os melhores árbitros. Quiseram dar-lhes um prémio? Os meus jogadores estão no balneário a chorar, não por terem perdido, mas por lhes terem faltado ao respeito. O adversário tem qualidade, mas em jogo jogado não perdemos. Fomos empurrados. O Lleida teve duas faltas em 40 minutos e nós das sete às 13 foi uma rapidez. Dentro do rinque fomos superiores, fora não. Tenho pena porque os jogadores mereciam e os adeptos também", afirmou.