Taça WSE: fase final é em Andorra e Riba d'Ave faz história

Taça WSE: fase final é em Andorra e Riba d'Ave faz história

Emblema português está pela primeira vez nas provas europeias. É o único representante nacional numa prova que, devido à pandemia, tem um formato diferente.

A World Skate Europe confirmou Andorra como sede da final a sete da Taça WSE (antiga Taça CERS), na qual competem Riba d'Ave, Lleida (detentor do troféu), Calafell, Girona, Sarzana e Igualada.

O principado financia uma prova, que, depois de anulada em 2020 por causa da pandemia, não se realizou esta época nos moldes normais (de novembro a maio) com diferentes eliminatórias até chegar à final-four. Assim, com a desistência de inúmeras equipas, restaram sete que disputarão uma fase final concentrada e que estava prevista para 30 de abril, 1 e 2 de maio. Problemas de financiamento, à espera de luz verde do governo andorrenho, adiaram a competição para 18, 19 e 20 de junho.

O Riba d'Ave, único representante nacional, condenado à despromoção como 13.º e penúltimo classificado da I Divisão, já terminou a época, uma vez que agora decorre o play-off com os oito primeiros classificados. O emblema minhoto não vai, contudo, parar, já que de 18 a 20 de junho disputa a Taça WSE, apontada a Andorra. "Queremos honrar a primeira participação do Riba d'Ave nas competições europeias, algo histórico no clube e tivemos a sorte de sermos a primeira equipa a ganhar esse estatuto", afirmou o técnico Raul Meca, preocupado com o hiato de tempo sem competição, já que não joga desde 17 de abril: "Se a prova se realizasse no início de maio, como previsto, não havia tanta perca competitiva, mas, faltando agora várias semanas, demos duas semanas de folga aos jogadores, que estão apenas com trabalho de condição física, e depois preparamos a prova".

O Riba d'Ave começa por defrontar o Caldes numa final a sete, em que o detentor do troféu, Lleida, está isento da primeira eliminatória (jogam ainda Calafell, Girona, Sarzana e Igualada). "O adversário está no topo da classificação da OK Liga [4.º] e é o grande candidato. Vai ser um jogo complicado", afirmou o treinador, identificando o que falhou em 2020/21 no campeonato: "Muitos adversários elogiaram o nosso trabalho, mas o que se passou foi que éramos uma equipa jovem, cometemos erros em alturas cruciais e acima de tudo não conseguimos ser a equipa regular que queríamos ser. Mas os jogadores cresceram, saíram valorizados e isso deixa-nos orgulhosos".

A Taça WSE (antiga Taça CERS) foi ganha pelo Lleida nas duas últimas edições (2017/18 e 2018/19), sucedendo ao Barcelos, vencedor em 2015/16 e 2016/17 e que já tinha ganho em 1994/95. Nesta prova, triunfaram ainda Sporting (1983/84; 2014/15), Benfica (19990/91; 2010/11), FC Porto (1993/94; 1995/96), Paço de Arcos (1999/00), Oliveirense (1996/97) e Sesimbra (1980/81).