Mundial: Argentina elimina Angola e decide presença na final com França

Mundial: Argentina elimina Angola e decide presença na final com França

Seleção alviceleste bateu Angola por claros 6-0.

A seleção argentina de hóquei em patins goleou esta quinta-feira Angola por 6-0, no Palau Blaugrana, em Barcelona, e vai discutir com a França, que afastou o Chile, por 5-4, o acesso à final do Mundial'2019.

A Argentina, com mais um dia de descanso do que a seleção de Angola, que disputou um play-off na quarta-feira, com Moçambique (6-2), entrou decidida a resolver cedo a questão e chegou à vantagem de 2-0 em três minutos, com golos "portugueses".

Reinaldo Garcia, que representa o FC Porto, fez o 1-0, aos dois minutos, com um remate à entrada da meia pista a um segundo do limite de tempo de ataque, e Carlos Nicolia, do Benfica, elevou para 2-0, aos três, com uma finalização junto à baliza defendida por Francisco Veludo.

O treinador angolano, o português Fernando Falé, procurou serenar a equipa, algo intranquila nos minutos iniciais, e o encontro passou por um período de equilíbrio, embora com algum ascendente argentino, mas sem oportunidades flagrantes de golo.

A Argentina dilatou a vantagem pelo benfiquista Lucas Ordóñez, aos 16 minutos, na conversão de uma grande penalidade, estabelecendo o resultado com que se atingiu o intervalo e que sentenciava praticamente a presença nas "'meias".

No segundo minuto da segunda parte, a seleção da Argentina elevou a vantagem para 4-0, por Martin Pascual, e desperdiçou uma oportunidade para dilatar a diferença por Lucas Ordóñez, aos 31, na tentativa de conversão de um livre direto.

Após uma boa reação da seleção angolana, que esteve perto do golo por André Centeno, aos 32 minutos, Martin Payero e João Pinto, aos 33, a Argentina elevou para 6-0 com um "bis" de Pablo Alvarez, aos 37 e 45, na finalização de uma jogada rápida de contra-ataque e de um livre direto, respetivamente.