Supertaça de futsal à porta: "Um clube como o Benfica não pode viver neste registo"

Supertaça de futsal à porta: "Um clube como o Benfica não pode viver neste registo"
Redação com Lusa

Tópicos

Encarnados recorreram em força ao mercado para terminar com o domínio do Sporting. Jogo às 17h00 de domingo.

Sporting e Benfica apresentam a mesma ambição na conquista da Supertaça de futsal, no domingo, em Matosinhos, com os leões embalados pelo seu ascendente nos últimos duelos frente às águias.

"A equipa está bem, focada, ciente das dificuldades, mas confiante e preparada para as dificuldades que o Benfica nos vai criar", assumiu Nuno Dias, treinador do Sporting.

Os verde e brancos venceram as quatro últimas Supertaças, três delas contra o rival lisboeta, os dois derradeiros campeonatos, também contra o Benfica, bem como as quatro mais recentes Taças de Portugal, as três mais recentes frente ao eterno rival.

"Um clube como o Benfica não pode viver neste registo. Estou convencido de que quando formos capazes de ganhar podemos mudar essa dinâmica, equilibrar mais. A final do campeonato de 2021/22 foi muito equilibrada, apesar de termos perdido por 3-0. Podíamos ter ganho esses jogos, foram os detalhes", analisou Pulpis, técnico dos encarnados.

Nuno Dias manteve o grupo de trabalho mais estável, ao contrário do Benfica, com várias mexidas no plantel, elogiadas pelo rival.

"A análise que faço é que o Benfica teve um excelente critério na escolha dos atletas com que se reforçaram. Contratou bem. Investiu para isso, mas investiu bem. Da nossa parte é esperar que, pelo menos para já, não tenham o rendimento que sabemos que vão ter, pois são bons", desejou o responsável leonino.

Apesar de entender que "as ideias do treinador não mudaram drasticamente", defende que haverá "alguns aspetos alterados" no futsal do seu opositor, tendo em conta "o perfil das contratações". "Há sempre detalhes a trabalhar, melhorar, coisas novas, contudo para já ainda não tivemos grande tempo para isso", retorquiu Pulpis, assumindo que "há sempre espaço para surpreender, até com os novos jogadores", esperando que as novidades na sua equipa possam "aportar coisas novas" ao jogo do Benfica.

Os êxitos nacionais e internacionais do Sporting nos últimos anos têm garantido uma invulgar estabilidade no comando técnico, com Nuno Dias a completar uma década em funções. "É estranho e algo que normalmente não acontece, porém tem acontecido por boas razoes. Os resultados é que ditam o que acontece na nossa vida, as continuidades. É obvio que, em 2012, quando entrei, a confiança era muito grande no que fazia, no entanto, os adversários têm o papel de nos dificultar o trabalho, fazer com que as coisas não corram bem. 10 anos é uma marca gira, histórica. Não estava a contar, mas atendendo ao que tem sido o percurso, a continuidade é algo normal", aceitou o técnico.

Pulpis elogiou o seu homologo e a evolução do seu labor, considerando que o Sporting atual "nada tem a ver com o que era há cinco anos". "Domingo vamos estar focados, mentalizados. Para nós é muito importante vencer, talvez até mais do que para o Sporting. Queremos ganhar, é importante. Não é pressão extra, porém precisamos dessa dinâmica de vitória que pode começar domingo", completou o técnico espanhol.

Sporting e Benfica defrontam-se no domingo, a partir das 17h00, no Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos, na 24.ª edição da Supertaça de futsal.