Pulpis, treinador do Benfica: "Se considero o Sporting um justo vencedor? Não!"

Pulpis, treinador do Benfica: "Se considero o Sporting um justo vencedor? Não!"
Redação

Tópicos

Declarações do treinador encarnado Pulpis após o Sporting-Benfica (4-3) na final da Taça de Portugal de futsal

Sobre o resultado: "Estamos muito tristes porque tínhamos muita esperança. Agora é levantar, porque já temos jogo na quinta-feira. Ainda temos uma oportunidade este ano para tentar conseguir um título, que é o mais importante, mas vai ser muto difícil."

O lance: "Com 3-2, há um remate ao poste do Rocha, outra jogada de golo muito clara... Se tivéssemos metido o 4-2, acho que aí o Sporting teria sofrido e jogado de forma muito mais nervosa. Quando pudemos "matá-los" não fizemos e em equipas como estas é preciso aproveitar todas as oportunidades. Sofremos nos primeiros 10 minutos, na segunda parte tínhamos o jogo controlado, mas neste tipo de jogos, com este tipo de adversários, não podes ter erros de concentração nos 40 minutos."

Injusto: "Se considero o Sporting um justo vencedor? Não! Mas também não digo que nós merecíamos ganhar. Houve momentos para as duas equipas. Eles, nos primeiros 10 minutos, foram superiores. O golo aos 10 segundos fez-nos muito dano, ficámos um pouco abalados. Mas no final da primeira parte e início da segunda fizemos o mesmo. Acho que esta equipa merecia mais hoje, depois do caminho que fez todo o ano. Começámos muito longe deles, mas jogo a jogo provámos que estamos muito perto. Na Luz fomos superiores e hoje, no mínimo, fomos iguais e tivemos momentos para poder levar o jogo. Não digo que merecíamos mais do que eles, mas a diferença foi que eles souberam sofrer nos nossos momentos e aproveitaram os deles."