Covid-19 não dá tréguas ao Belenenses: "É como fazer uma nova pré-época"

Covid-19 não dá tréguas ao Belenenses: "É como fazer uma nova pré-época"
Filipa Mesquita

Tópicos

A covid-19 não tem dado tréguas à formaçao de Belém. Os capitães assumem efeito negativo da paragem, determinados em superar dificuldades.

Pela segunda vez nesta temporada, a equipa do Belenenses foi fustigada pela covid-19 e, em consequência, obrigada a duas paragens: em outubro e em fevereiro. Numa altura em que os azuis lutam pela permanência, com 13 pontos no 15.º lugar da Liga Placard, os dois capitães de equipa Tiago Cruz e João Marques descreveram, a O JOGO, este momento delicado e a experiência de terem vivido de perto a realidade do vírus.

No caso de Tiago Cruz, a covid-19 apareceu no inicio da temporada. "Quando estive infetado, só podia sair de casa quando o teste desse negativo e só ao quarto teste é que tal aconteceu. Ou seja, estive um mês fechado em casa. E depois, na primeira semana de treinos, notei que tinha algumas mazelas. O ritmo não era o mesmo, cansava-me mais rapidamente", conta o ala de 25 anos.

Já a João Marques a covid-19 atacou recentemente e as mazelas ainda estão muito presentes. "É como se voltássemos a precisar de fazer uma pré-época. Voltar ao ritmo que estávamos é complicado. Enquanto estive em casa fazíamos treinos, via zoom, específicos à nossa condição física. Nos primeiros jogos vamos provavelmente, acusar a falta de treinos e a falta de resistência", confidencia.

A situação é ainda mais complicada porque a paragem obrigou ao adiamento de jogos, implicando que, em março, em apenas 20 dias, os azuis tenham de realizar seis jogos. "Já é difícil estarmos nesta situação, agora com a situação de jogarmos de três em três dias, vai ser muito difícil, mas vamos agarrar-nos ao que temos e ao trabalho que tem sido feito até agora. Trabalhar sobre derrotas é mais difícil, mas aqui no Belenenses ninguém desiste, e o nosso plantel é bom e ambicioso, por isso vamos pensar positivo", explica Tiago Cruz que garante ainda que a equipa estará preparada. "Sinceramente, da maneira como temos trabalhado e a entrega que temos tido em todos os treinos, acho que sim, que estamos preparados para dar a volta".

Opinião partilhada pelo colega João Marques que também enaltece a importância da chegada do treinador Tiago Guelho ao clube, em janeiro. "Já precisávamos de mudar alguns hábitos e o novo treinador veio trazer mais força à nossa equipa. E tudo isso faz-nos crer que vamos garantir os nosso objetivos", conclui o atleta de 26 anos.

Quase um mês depois, o Belenenses volta a jogar no sábado diante do Benfica.