Argentina, Brasil e Cazaquistão seguem em frente no Mundial de futsal

Argentina, Brasil e Cazaquistão seguem em frente no Mundial de futsal
Redação com Lusa

Tópicos

Os destaques de mais um dia da competição.

Argentina, detentora do troféu, Brasil e Cazaquistão confirmaram o favoritismo e apuraram-se para os quartos de final do Campeonato do Mundo de futsal, que decorre até 3 de outubro, na Lituânia.

Os argentinos, campeões mundiais em título, ainda estiveram a perder com o Paraguai, devido ao tento de Júlio Mareco, mas acabaram por dar a volta e impor-se por expressivos 6-1, com golos de Ángel Claudino, Cristián Borruto, Lucas Bolo, Santi Basile, Damián Stazzone e Pablo Taborda.

Nos quartos de final, a Argentina vai defrontar a Rússia, numa reedição da final da última edição, vencida pelos sul-americanos, em 2016.

O Brasil, recordista de troféus (cinco), tem encontro marcado com Marrocos nos quartos de final, depois de ter vencido o Japão por 4-2, numa partida na qual Guitta, do Sporting, e Arthur, do Benfica, alinharam pelos brasileiros, e Rafael Henmi, dos encarnados, jogou pelos asiáticos.

Ferrão, Leonardo, Pito e Gadeia assinaram os tentos "canarinhos", enquanto Shota Hoshi e Ryosuke Nishitani marcaram para os japoneses.

Já o Cazaquistão "atropelou" a Tailândia, por 7-0, graças aos golos de Dauren Tursagulov, Douglas Júnior, Taynan (ex-jogador do Sporting), Dauren Nurgozhin, Arnold Knaub, Léo Higuita e ainda um autogolo de Chaivat Jamgrajang, e vai defrontar nos "quartos" o vencedor do duelo entre Uzbequistão e Irão, que jogam na sexta-feira.

Portugal, que venceu o Grupo C do Mundial'2021, joga com a Sérvia, na sexta-feira, a partir das 18:00 (hora de Lisboa), em Kaunas, num dos derradeiros embates dos oitavos de final.