Zanga familiar "arresta" autocarro da W52-FC Porto: saiba detalhes

Zanga familiar "arresta" autocarro da W52-FC Porto: saiba detalhes

Equipa vencedora da Volta a Portugal continua a treinar normalmente e não será afetada pelo sucedido.

Foi uma zanga familiar que bloqueou o pagamento do novo autocarro da equipa de ciclismo W52-FC Porto e levou a uma ordem de arresto emitida pela Tribunal da Comarca do Porto Este, em Penafiel.

O veículo estava em nome da Conhaque, empresa de Adriano Quintanilha, e não afetará a época da equipa vencedora das últimas edições da Volta a Portugal, pois a sua principal utilização era nas provas internacionais, que na época passada aumentaram bastante com a subida ao segundo escalão mundial - no total, a W52/FC Porto fez 15 corridas no estrangeiro durante este ano.

Como a equipa entretanto decidiu regressar ao terceiro escalão mundial, o calendário da próxima época continuará a incluir várias provas em Espanha, mas irá centrar-se nas corridas portuguesas e sobretudo apontar a um penta portista na Volta a Portugal e em nova conquista do Grande Prémio JN.

O plantel de 14 corredores tem treinado normalmente e inclusive já fez um primeiro estágio de pré-época.