Frederico Figueiredo ganha etapa, Amaro Antunes a cinco segundos da amarela

Frederico Figueiredo ganha etapa, Amaro Antunes a cinco segundos da amarela
Carlos Flórido

Tópicos

Quarta etapa foi um incrível festival de ataques, que culminou com a fuga dos trepadores de Efapel e W52-FC Porto. Alejandro Marque segurou a liderança por pouco.

A Efapel festejou na Guarda, com Frederico Figueiredo, a terceira vitória em quatro etapas da 82.ª Volta a Portugal, mas Amaro Antunes, da W52-FC Porto, subiu ao segundo lugar da geral, agora a 5 segundos de Alejandro Marque, do Atum General-Tavira.

A etapa, que teve 181,6 km entre Belmonte e a Guarda, foi atacada desde início e a primeira grande fuga até incluiu o amarela, Alejandro Marque, o camisola verde, Luís Gomes (Kelly-Simoldes-UDO), e o camisola branca, Abner González (Movistar), entre seis corredores que se adiantaram.

A fuga seguinte foi com Ricardo Mestre, Daniel Mestre e Ricardo Vilela (W52-FC Porto), Rafael Reis e Javier Moreno (Efapel) e Roniel Campos (Louletano), que ganharam mais de um minuto ao primeiro grande grupo - o pelotão já estava todo partido nessa altura - e desgastaram por completo a equipa do Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel.

Quando Amaro Antunes e Frederico Figueiredo lançaram o último e decisivo ataque, Alejandro Marque ficou apenas com Gustavo Veloso a ajudá-lo. E até este acabou por se atrasar devido ao esforço.

Na última subida, uma terceira categoria a finalizar no centro da Guarda, acabou por ser a Movistar a dar um auxílio a Marque, na defesa de Abner González, mas sem conseguir apanhar o duo de fugitivos.

Amaro Antunes, que foi durante muito tempo virtual camisola amarela, nem sequer discutiu o triunfo na etapa com Frederico Figueiredo, mas acabou por ganhar 1m21s ao galego do Tavira, que foi 16.º na meta, subindo a segundo da geral, a 5 segundos da liderança.

Figueiredo saltou para terceiro, a 25 segundos de Marque, enquanto Jóni Brandão, segundo da W52-FC Porto na geral, é quarto, a 1m08s da amarela.

A Volta a Portugal, que está mais emocionante do que nunca, tem esta segunda-feira o seu dia de descanso, recomeçando terça-feira, para ligar Águeda à Senhora da Assunção, em Santo Tirso.