Volta a França em números

Números da Volta a França em bicicleta, cuja 103.ª edição arranca este sábado, no Mont-Saint-Michel, e termina a 24 de julho, em Paris.

2: dias de descanso (11 e 19 de julho).

2: corredores portugueses presentes (Rui Costa e Nelson Oliveira).

3: vencedores de edições anteriores presentes (Alberto Contador, Chris Froome e Vincenzo Nibali).

3: países visitado pelo pelotão (França, Espanha e Suíça).

4: camisolas em disputa - amarela (geral individual), verde (pontos), pontos vermelhos (montanha) e branca (juventude).

4: chegadas em alto (9.ª, 12.ª, 17.ª e 19.ª etapas).

5: recorde de vitórias (Jacques Anquetil, Eddy Merckx, Bernard Hinault e Miguel Indurain).

8: maior número de presenças no pódio (Raymond Poulidor).

9: corredores por equipa.

10: segundos de bonificação atribuídos ao vencedor de todas as etapas em linha. O segundo classificado recebe seis segundos e o terceiro quatro.

15: membros do colégio de comissários.

16: locais que se estreiam no Tour (Utah Beach Sainte-Marie-du-Mont, Saint-Lô, Arpajon-sur-Cère, L'Isle-Jourdain, Lac de Payolle, Vielha Val d'Aran, Escaldes-Engordany, Bourg-Saint-Andéol, La Caverne du Pont-d'Arc, Villars-les-Dombes Parc des Oiseaux, Culoz, Moirans-en-Montagne, Berna, Finhaut-Emosson, Megève e Chantilly).

17: maior número de participações (George Hincapie, Stuart O'Grady e Jens Voigt).

21: etapas (9 planas, 9 de montanha, 1 de terreno acidentado, 2 contrarrelógios individuais).

22: equipas inscritas.

26: etapas ganhas por Mark Cavendish, o ciclista em prova com mais vitórias.

54,5: quilómetros de contrarrelógio individual, mais 40,7 do que no ano passado.

34: maior número de vitórias em etapas (Eddy Merckx).

58: contagens para o prémio da montanha de categoria especial (7), de primeira (14), de segunda (7), de terceira (12) e de quarta (18).

111: maior número de dias de camisola amarela (Eddy Merckx).

113: quilómetros da etapa mais curta (excluindo contrarrelógios), entre Chantilly e Paris (21.ª).

154: veículos da caravana publicitária.

175: quilómetros a mais que o pelotão vai percorrer em relação à edição de 2015.

190: países com transmissão televisiva da prova.

198: corredores à partida.

237,5: quilómetros da etapa mais longa, entre Saumur e Limoges (4.ª).

300: membros do staff de apoio das equipas.

1.000: números de pontos atribuídos ao vencedor final no 'ranking' da União Ciclista Internacional.

2.408: altitude em metros do Port d'Envalira, a mais alta contagem de montanha desta edição (10.ª etapa).

3.535: quilometragem total.

500.000: prémio em euros atribuído ao vencedor final.