Simon Yates vence Volta aos Alpes, Rúben Guerreiro termina em oitavo

Simon Yates vence Volta aos Alpes, Rúben Guerreiro termina em oitavo
Redação com Lusa

Tópicos

Ciclista português fechou prova em oitavo na classificação geral.

O ciclista britânico Simon Yates (BikeExchange) confirmou esta sexta-feira a vitória na Volta aos Alpes, após a quinta e última etapa ganha por Felix Großschartner (Bora-hansgrohe), com o português Rúben Guerreiro (Education First-Nippo) a ser oitavo.

Os 120,9 quilómetros entre Valle del Chiese Idroland e Riva del Garda não provocaram alterações nas contas da geral, uma vez que foram dominados por um grupo de fugitivos, formado a 35 quilómetros da meta, e que foi perdendo "peças" até ao final, consagrando Großschartner, que atacou já dentro dos derradeiros 20 quilómetros para conquistar a etapa.

Atrás do austríaco, que completou a última tirada em 03h03.38, chegaram Nicolas Roche (DSM) e Alessandro De Marchi (Israel Start-Up Nation), respetivamente segundo e terceiro a 34 segundos.

Guerreiro, oitavo na quinta etapa, cortou a meta 40 segundos depois do vencedor, num grupo onde seguiam todos os favoritos, nomeadamente o líder Simon Yates.

O britânico, de 28 anos, inscreveu uma nova linha no seu palmarés, que conta com o triunfo na Vuelta'2018 e no Tirreno-Adriático do ano passado, confirmando a conquista da Volta aos Alpes, diante de Pello Bilbao (Bahrain-Victorious), segundo a 58 segundos.

Aleksandr Vlasov (Astana) completou o pódio na terceira posição, a 01.06 minutos, enquanto Ruben Guerreiro terminou em oitavo, a 03.12, dando boas indicações para a defesa do título de melhor trepador na Volta a Itália, que arranca em 8 de maio.