Sam Bennett: "Quem viu a chegada na TV pode pensar que foi fácil"

Sam Bennett: "Quem viu a chegada na TV pode pensar que foi fácil"
Redação com Lusa

Tópicos

Sam Bennett, o mais credenciado sprinter da Volta ao Algarve, somou em Tavira a sua segunda vitória em etapas, não tendo a sua equipa, Deceuninck-Quick Step, dado hipóteses à concorrência. Confira as declarações após a etapa.

A vitória: "Quem viu a chegada na TV pode pensar que foi fácil, mas a verdade é que não me encontrava muito bem de pernas. Não sabia como iria estar no final e cheguei a temer ser ultrapassado antes do risco. Uma vez mais, a equipa foi fantástica. As restantes equipas entraram com os seus líderes bem posicionados na última curva, mas o arranque do Michael [Morkov] abriu o espaço necessário e lançou-me para o sprint."

Calor e a equipa: "Foi um dia mais difícil do que o esperado, sobretudo pelo calor. Na verdade, é a minha primeira corrida do ano com calor a sério. Competi nos Emirados, é certo, mas não foi tão exigente. Ainda na semana passada, treinava com temperaturas de sete e oito graus, à chuva, e talvez por isso hoje não me tenha sentido tão bem. Não posso queixar-me: esta vitória devo-a aos meus colegas".