João Almeida deverá passar pela Hungria

João Almeida deverá passar pela Hungria
Frederico Bártolo

Tópicos

Percurso do Giro prevê três etapas no país que iria organizar o arranque de 2020, cancelado nessa altura devido à covid-19. O futuro ciclista da UAE terá um contrarrelógio logo nos primeiros dias

Foi adiado em 2020 pela covid-19, mas será uma realidade em 2022. A Hungria vai receber o arranque da Volta a Itália, mais concretamente três etapas, uma delas de contrarrelógio, estando previstas mais duas tiradas propícias a sprinters. Sabe-se que Budapeste acolherá a passagem do Giro.

A prova onde João Almeida está, para já, como previsto líder da UAE Emirates, como o diretor Joxean Matxin anunciou a O JOGO, principiará numa sexta-feira, de modo a que o primeiro dia de descanso e de viagem para a Sicília ocorra na segunda-feira seguinte. O vulcão Etna deve ser o primeiro topo da prova, um ponto habitual na caravana do Giro.

O percurso será apresentada em novembro. João Almeida, recorde-se, foi quarto na edição de 2020, envergando a camisola rosa durante 15 dias, e sexto na de 2021, fazendo uma grande recuperação na geral na terceira semana de prova.