"Ser campeão nacional é ser campeão nacional, se fizesse segundo, ninguém sabe"

"Ser campeão nacional é ser campeão nacional, se fizesse segundo, ninguém sabe"

Domingos Gonçalves comentou a conquista do campeonato nacional pelo segundo ano consecutivo.

O ciclista Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista) disse esta sexta-feira que teve um "sabor especial" conquistar o seu segundo título português consecutivo de contrarrelógio.

"Tem sempre um sabor especial para mim, ser campeão nacional é ser campeão nacional. Se fizesse segundo, ninguém sabe quem faz", disse.

Em Belmonte, Domingos Gonçalves gastou 43m06s para cumprir o percurso de 33,7 km, que terminava numa subida de 1500 metros, gastando menos 11 segundos do que o irmão gémeo, José Gonçalves, e 19 do que Tiago Machado, ambos da Katusha-Alpecin.

"Correu bem, não tive nenhuma avaria, nenhum furo, porque qualquer coisa pode deitar tudo a perder, como aconteceu no ano passado no Nacional", referiu, acrescentando: "Consegui vencer hoje [sexta-feira] e estou de parabéns."

Domingos Gonçalves quer agora descansar para a Volta a Portugal, na qual diz que vai trabalhar para os colegas.

O seu irmão José Gonçalves diz que "o segundo lugar acaba por ser um bom resultado", tendo em conta que já não está no seu melhor.

"Não estou em má forma, mas não estou como estava no Giro. Dei o meu máximo. Gostava de ganhar, mas ganha quem está mais forte e o meu irmão esteve mais forte. Estou contente, o segundo não é mau", afirmou.