Ferdi Kubler faleceu com 97 anos

Ferdi Kubler colocou termo à sua carreira de ciclista em 1957, ao fim de mais de 400 triunfos como profissional, e em 1983 foi eleito o desportista suíço mais popular dos últimos cinquenta anos.

O antigo ciclista Ferdi Kubler, que em 1950 se tornou no primeiro suíço a vencer a Volta a França, morreu aos 97 anos, anunciou esta sexta-feria a agência noticiosa helvética ATS.

Figura incontornável do ciclismo suíço, Ferdi Kubler morreu na quinta-feira à tarde, num hospital de Zurique, onde deu entrada após celebrar o Natal com uma forte gripe, disse a sua mulher ao jornal Schweizer Illustrierte.

Para além da vitória no Tour de 1950, aos 31 anos, Ferdinand Kubler foi segundo em 1954, conquistou o título mundial de estrada em 1951, por duas vezes a clássica Liège-Bastogne-Liège, por três a Volta à Suíça e por duas a Volta à Romandia.

"Ferdi morreu pacificamente com um sorriso na cara. Partiu a dormir", afirmou ao Schweizer Illustrierte a sua mulher Christina, de 70 anos, companheira do ciclista suíço ao longo de 40 anos.

Ferdi Kubler colocou termo à sua carreira de ciclista em 1957, ao fim de mais de 400 triunfos como profissional, e em 1983 foi eleito o desportista suíço mais popular dos últimos cinquenta anos.