A Volta do Algarve começa esta quarta-feira e sem o bicampeão

A Volta do Algarve começa esta quarta-feira e sem o bicampeão

O final da primeira etapa da 43.ª edição deverá ser o primeiro duelo entre os sprinters, com a chegada à Praça Infante D. Henrique, em Lagos, a estar prevista para as 17h06.

O alemão Tony Martin (Katusha Alpecin) e o polaco Michal Kwiatkowski (Sky) partem esta quarta-feira para a 43.ª Volta ao Algarve em bicicleta como principais candidatos à sucessão do britânico Geraint Thomas (Sky), o bicampeão ausente desta edição.

Sem Thomas no pelotão, o favoritismo recai nos homens que o antecederam no palmarés da principal prova internacional disputada em Portugal, com Tony Martin, campeão em 2011 e 2013, e Michal Kwiatkowski, vencedor em 2014, a assumirem-se como os principais candidatos ao reinado na 'Algarvia', numa lista na qual também se incluem o espanhol Luis León Sánchez (Astana), o irlandês Daniel Martin (Quick-Step Floors) ou o britânico Stephen Cummings (Dimension Data).

Desde 2006 que a Volta ao Algarve, que decorre entre hoje e domingo, não tem um vencedor nacional e, 11 anos depois, só Tiago Machado (Katusha Alpecin) parece ter condições para se intrometer na luta entre os grandes favoritos.

Os primeiros indícios do estado de forma dos candidatos poderão ser vistos na ligação de 189,3 quilómetros entre Albufeira e Lagos, na qual vão alinhar 198 ciclistas, divididos por 25 equipas, 12 das quais no WorldTour, o primeiro escalão do ciclismo mundial.

Depois da partida simbólica, marcada para as 12h30, diante da Câmara Municipal de Albufeira, o pelotão vai passar por uma contagem de montanha de terceira categoria, ao quilómetro 22,4, seguindo-se as metas volantes de Campinas (51,7), São Brás de Alportel (66,3) e Rasmalho (153,1).

O final da primeira etapa da 43.ª edição deverá ser o primeiro duelo entre os sprinters, com a chegada à Praça Infante D. Henrique, em Lagos, a estar prevista para as 17:06.