Faleceu Pedro Silva, um dos melhores sprinters portugueses da história

Faleceu Pedro Silva, um dos melhores sprinters portugueses da história
Redação

Tópicos

O atual presidente da equipa Tavfer-Measindot-Mortágua tinha 54 anos e lutava há anos contra uma doença oncológica.

Pedro Silva, um dos melhores ciclistas portugueses das décadas de 1980 e 1990 e presidente da equipa Tavfer-Measindot-Mortágua, faleceu este sábado, aos 54 anos, após uma longa luta contra uma doença oncológica.

Pedro Silva foi um dos melhores sprinters do ciclismo português, com inúmeras vitórias em Portugal e no estrangeiro, tendo somado 10 triunfos na Volta a Portugal. Destacou-se sobretudo ao serviço de Recer-Boavista e Sicasal-Acral.

Depois de terminada a carreira de ciclista, manteve uma intensa ligação à modalidade, com especial dedicação aos mais jovens. Para isso, desenvolveu o Velo Clube do Centro, em Mortágua, terra de onde era natural e onde organizou várias provas de estrada e de BTT.

O crescimento do projeto do Velo Clube do Centro permitiu a constituição da equipa continental que este ano tem a designação de Tavfer-Measindot-Mortágua.

"O Pedro Silva foi um grande ciclista, lutador e empreendedor, que construiu uma excelente carreira a pulso. Foi esse mesmo espírito que o levou a construir o projeto desportivo do Velo Clube do Centro. Começou de baixo, desenvolvendo as camadas jovens, até concretizar o sonho de ter uma equipa continental. Também foi de uma imensa coragem na luta contra a doença, que o atraiçoou e que nos atraiçoou a todos, porque nos roubou precocemente a presença do Pedro Silva", lembrou o presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira.

O JOGO une-se à Federação Portuguesa de Ciclismo e envia as mais sinceras condolências à família e amigos.